domingo, 13 de setembro de 2009

A - SAFARIS NO QUÊNIA: OIANÓISAÍ

Queridos amigos e familiares: Faz tempo que não produzimos um Blog em português(desde dez/08); tenho compartilhado com vocês o Blog em inglês sobre as DIVERSAS ATIVIDADES (Several Activities) que acontecem aqui no Quênia.

Mas no meio de todo o trabalho e atividades, e ao lado da miséria que domina grande parte do povo, há um lado MUITO LINDO deste país, que são os Parques Naturais, preservados para conservação da vida selvagem “in natura”. O Quênia tem 59 parques naturais e reservas, num total de 8% de seu território, além das reservas particulares e santuários comunitários.

Tivemos em julho/09 a visita de nossa sobrinha e afilhada Inês Martina Lersch, do nosso neto Martin Winterle (que veio com a Martina do Brasil), e do nosso filho Léo Cristiano, pai do Martin; Léo está morando na Alemanha, na cidade de Schiltach, e ficou conosco até agosto, (foto após o culto)

...quando sua esposa Carol também veio. Juntos fizemos vários safáris (com Martin, Martina e Léo; e depois com Léo e Carol). Queremos compartilhar com vocês esta nossa excelente experiência e mostrar um pouco desta natureza abençoada por Deus. (foto no Lago Naivasha)

Martin e Martina chegaram bem no dia do aniversário da Lídia, 15 de julho. O Léo havia chegado um dia antes de surpresa, para se encontrar com o filho. Foi uma festa ter os três aqui bem no dia do aniversário da Lídia!!!

Dois dias depois, 17 de julho, foi o aniversário da Martina, nossa afilhada. Como presente, fomos passar o dia no NAIROBI NATIONAL PARK, que fica apenas a 8 km de nossa casa. Várias fotos vão mostrar o que vimos no parque!

E no dia 20 de julho foi o aniversário do Walter. Como presente, fomos todos num safári organizado de três dias para o Maasai Mara National Reserve, o nosso parque preferido. Acompanhem a aventura!

Blog também é cultura. Selecionamos várias fotos por temas e fizemos uma pequena pesquisa a respeito do nome dos animais e aves. Façam de conta que estão assistindo um programa do “National Geographic” e nos acompanhem com paciência e tempo, como deve ser um safári.

É uma verdadeira “caçada” à procura dos animais no seu habitat natural. Eles não estão enjaulados como num zoológico. É uma questão de sorte, de visão, de paciência, e de perspicácia do motorista/guia ,como foi no caso do Maasai Mara e do Nakuru, que visitamos em safáris organizados; e de nossa própria visão e sorte, como no Nairobi National Park, onde passamos o dia com o nosso próprio carro.

O binóculo ajuda a identificar alguns animais que estão mais longe, aumentando a emoção e a adrenalina na tentativa de vê-los mais de perto.

Temos sete (7) blocos neste Blog: A) OLHANÓISAÍ (Olha nós aí); B) OS CINCO(5) GRANDES); C) AS GIRAFAS; D) OUTROS ANIMAIS; E) AVES; F) ÁGUA-ESTRADAS-GRUPOS; G) OS MAASAIS.

Os parques visitados foram: p ELEPHANT ORPHANAGE, localizado junto ao Nairobi National Park;

... e o GIRAFFE CENTER, bem perto da nossa casa;

NAIROBI NATIONAL PARK, a única reserva natural urbana do mundo, dentro da cidade de Nairobi (podem ver em várias fotos a cidade aos fundos),

com 113 km², a 8km da nossa casa em direção ao centro da cidade;

O MAASAI MARA NATIONAL RESERVE, com 1.500 km², na divisa com a Tanzânia (umas 6 horas mais ou menos aqui de casa, dependendo das condições da estrada);

O LAKE NAKURU NATIONAL PARK, com 188 km² e localizado a 1756 m acima do nível do mar no Rift Valley e a 160 km de Nairobi...

...famoso pelos milhares de flamingos em seu lago; visitamos também o LAGO NAIVASAH, no caminho de volta de Nakuru a Nairobi;

e o NAIROBI SAFARI WALK, junto ao Nairobi National Park, perto aqui da nossa casa...

... e que tem uma passarela sobre a reserva, de onde se pode ver os animais.

Sobre os cultos, o trabalho e outras atividades -visita à Embaixada Brasileira e outros pontos de Nairobi – vamos deixar para um outro Blog. Este é temático e já tem assunto demais...

As fotos foram tiradas pelo Léo, pela Carol, pela Martina, pelo Martin, pela Lídia e pelo Walter – cada um com sua câmera! Podem imaginar quantas centenas de fotos temos arquivadas!!! Duas fotos são de um amigo americano que fez um safári ao Maasai Mara por nossa recomendação em junho e que deixou as fotos no nosso computador.

Mesmo com tantas fotos, não dá para fotografar tudo. Às vezes as condições de luminosidade pela manhã cedo e à notinha, períodos quando os animais estão mais ativos, não permitem boas imagens. Também a distância em que alguns animais são vistos impedem uma foto mais precisa. Sempre dizíamos: “Esta imagem fica na retina...a câmera não pode captar...” É uma experiência única do momento!

Somos abençoados por Deus por ver uma natureza tão linda! É uma imagem do paraíso ver os animais soltos, muitas vezes ignorando os visitantes que invadem o seu espaço. Estamos muito alegres e agradecidos a Deus por esta oportunidade que ele nos dá, além do trabalho que realizamos no Seu Reino.

Nos acompanhem nesta viagem e desfrutem conosco cada momento, cada “caçada”, cada emoção destes safáris.

Compartilhamos mais algumas imagens neste bloco de abertura: Martin no alto dos 2140 metros, vendo abaixo o Grande Vale Rift, que vem desde a Etiópia (perto do Mar Vermelho), corta o Quênia e outros países do leste da África, e vai até a Tanzânia, numa extensão de 6,4 mil quilômetros de extensão e 300 quilômetros de largura.

Uma parada no Grande Vale Rift para o almoço, preparado ali mesmo pelo cozinheiro que acompanha o motorista do safári em direção ao Maasai Mara. Uma “dilícia”!!!

Dois pneus furados na entrada do Parque Maasai Mara. Tivemos que descer do carro para tirar as ferramentas, mas o motorista e o cozinheiro ficavam sempre atentos se não vinha algum animal feroz!!!!

Nossa cabana em que ficamos alojados: bem simples, só uma cama (chuveiro e sanitários (cabungos) coletivos na área de acampamento) ... À noite ouvíamos leões rugindo, hienas com sua gargalhada característica, babuínos e cheetas (guepardos). Uma hiena estava bem próxima ao banheiro à notinha...

Nosso café da manhã no acampamento do Maasai Mara. Tudo muito rústico, preparado em fogo de chão, mas bem gostoso. O banner BRASIL, é uma toalha de banho que a Martina nos trouxe de presente.

A divisa entre o Quênia (Kenya) e a Tanzânia, dentro do Parque Maasai Mara.

Nós na divisa dos dois países, com o guarda florestal.

Julho/Agosto é a época da grande migração de gnus (wildebeest), zebras e outros animais do Parque Serengueti, na Tanzânia, para o Parque Maasai Mara, no Quênia. Estima-se que dois (2) milhões de gnus atravessam a fronteira. Famosas são as imagens do National Geographic e outros programas focando a travessia e os crocodilos pegando os animais durante a passagem. Tivemos a felicidade de ver enormes manadas de gnus e zebras e também a travessia de um grupo (Mais adiante no Blog).

Martin fotografando leões, a pouca distância do carro. Uma emoção indescritível. Ele só dizia: “Minha naftalina” (adrenalina) está a mil!!!!!)

À beira do rio Mara, infestado de hipopótamos e crocodilos. É um dos rios da travessia do gnus. Neste ponto é permitido descer do carro, acompanhado de um guarda armado. Caminhamos durante um bom tempo, observando os hipopótamos e os crocodilos, além de aves e outros animais.

Reencontramos o mesmo guia maasai da primeira vez que visitamos o Maasai Mara em 2007: Mbandi é o nome dele (mais detalhes no bloco: OS MAASAIS). Os três estão com o tradicional “Maasai blanket” ou “shuka”.

Outra vista do nosso acampamento no Maasai Mara na hora de ir embora: a cozinha e refeitório.

Voltamos a Nairóbi: Martin e os elefantes órfãos. (Mais detalhes no bloco: Os 5 Grandes).

Martin, Lidia, Martina e Walter no Elephant Orphanage.
Café da manhã no Nairobi National Park no aniversário da Martina. Há alguns áreas dentro do parque em que é permitido circular. Não sei como eles sabem que ali não há leões ou outros animais ferozes.... arriscamos!!!!

Vejam ao fundo quantas girafas! O Nairobi National Park concentra um grande número de girafas. O aeroporto é bem perto do parque e alguns conhecidos viram girafas do avião na hora da aterrissagem! (Mais detalhes no bloco: As girafas).

Martina, Lídia e Martin e ao fundo um crocodilo no rio no Nairobi National Park (NNP).

Outro lugar de piquenique dentro do NNP. Numa das visitas que fizemos ao parque no ano passado não foi possível parar neste lugar, tal a quantidade de babuínos que havia nas árvores. Eles roubam o lanche dos turistas e são perigosos. Outra vez que tentamos parar neste lugar havia muito lixo espalhado pela área: os babuínos haviam conseguido abrir as pesadas tampas das latas de lixo e espalhado tudo em volta....

Em algumas áreas do NNP os mais jovens subiram em cima do nosso carro.

Até a Lídia se arriscou e subiu no bagageiro do carro! A visão é fabulosa e panorâmica!

No lago Naivasha ( um outro lago perto de Nakuru) pegamos um bote e fomos ver os hipopótamos de perto. Vimos também a casa usada para as filmagens de OUT OF AFRICA (Entre Dois Amores), contando a história da Karen Blixen, que deu nome ao bairro em que moramos. Nossa casa fica na sua antiga fazenda de café. A casa original é hoje um museu perto de nossa casa. – Muitos animais que estão perto da casa na ilha e em torno do lago foram levados para lá para a filmagem e deixados lá, onde se procriam no ambiente selvagem.

Nem só de safáris e trabalho se vive: Como bons gaúchos, num domingo após o culto fomos na churrascaria Fogo Gaúcho, no centro de Nairobi, degustar uma excelente picanha, além de todas outras carnes e saladas bem no estilo gaúcho...

... e comemos também carne de crocodilo!!! Como disse a Lídia: “Vamos comê-lo antes que ele nos coma...”

Bem, só este bloco já vale por um Blog inteiro. Mas isto é só um aperitivo. Se tiverem paciência, nos acompanhem adiante. Na foto: Num dos mirantes do NNP.

A presença do nosso neto Martin,

e a felicidade de todos deu mais sabor e satisfação a estes safáris. OBRIGADO, SENHOR!

Uma foto-montagem do Paulinho dos que já visitaram o Maasai Mara conosco (não fomos com a Carol no Maasai Mara, mas em Nakuru). BEM-VINDO! Você pode ser o próximo a desfrutar destas belezas e desta aventura de fazer um SAFÁRI NA ÁFRICA!!!

2 comentários:

Lih disse...

Boa noite. Achei lindo o seu blog! O encontrei enquanto procurava informações sobre os orfanato de elefantes. Vi que o senhor é pastor luterano, certo? Se o senhor puder entrar em contato comigo eu agradeceria! Aline L. Konell

Suzana disse...

Pastor, depois da aula de hoje, visitei o blog e mostrei a esposa. Adoramos o que vimos, é um grande desafio para nós, brasileiros, dentro e fora de nosso país. Um abençoado trabalho.
Jones Rubira