sábado, 2 de julho de 2016

MOZAMBIQUE JUNHO 2016

 A IGREJA CRESCE DE MANEIRA ABENÇOADA EM MOÇAMBIQUE!
“Pois nós não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos” (Atos 4.20). “Enquanto isto, acrescentava-lhe o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos” (Atos 2.47).
 Cada viagem a Moçambique é mais animadora que a anterior! Começo com um pequeno aperitivo do que vai ser relatado: A Igreja Luterana da Concórdia em Moçambique – ILCM, tinha dez (10) congregações em agosto do ano passado, quando os oito primeiros pastores foram ordenados.
 
Em junho de 2016, a ILCM já têm 31 congregações estabelecidas! Visitamos 14 igrejas e pontos de pregação. Em várias delas, as congregações vizinhas vieram para a igreja sede para o momento de louvor e pregação da Palavra. Ao todo, 2.588 pessoas se reuniram nestes encontros!
 Chegamos em Beira no dia 30 de maio, segunda-feira: - Rev. Shauen Trump, Diretor de Área do Escritório de Missão Internacional da LCMS para o leste e o sul da África, vindo de Nairobi, Quênia;  - Rev. Rony Ricardo Marquardt, Vice-Presidente de Ensino da IELB, vindo de Porto Alegre, Brasil; - Srta. Carlotta Cisternas Tiews, estudante universitária, fotógrafa voluntária da LCMS, vinda dos Estados Unidos; - Rev. Carlos Walter Winterle, Coordenador da Educação Teológica para a África, vindo da Cidade do Cabo, África do Sul.  -Pastor Mateus Domingos Sifa, da ILCM, estava nos esperando no aeroporto.
 Aproveitamos a tarde em Beira para comprar material escolar para os alunos e comida para a longa viagem de trem que nos aguardava. À noite visitamos a jovem Comunidade Luterana de Beira. Devida à seca que reina no país, muitos deixaram suas vilas de origem em busca de emprego nas cidades. O líder do grupo, Antonio, era líder dos jovens em Sena e estuda em Beira.
 Eles se reúnem provisoriamente numa casa emprestada para canto, oração e estudo da Palavra de Deus. Eles necessitam urgentemente de um lugar fixo para organizar a igreja.
 
 Nos mostraram uma casa que está à venda no bairro em que a maioria vive. Temos que ver recursos para fazer esta aquisição. Eles pedem que um dos pastores ordenados venha morar em Beira para lhes dar atendimento e ajudar na missão, que é muito promissora. É uma bela oportunidade de início do trabalho da igreja na cidade; pois até agora ela está restrita à área rural e a pequenas vilas.
 Dia seguinte, terça-feira, fomos cedo à estação do trem para garantir lugar num vagão. Desta vez não foi possível ir de Beira a Sena de carro por questões de segurança no meio do caminho na região de Gorongosa, onde fica o reduto da oposição e muitos carros estão sendo atacados. Foi uma viagem de 11 horas, com o trem parando em muitas estações, e com os vagões às vezes apinhados de gente.
 Chegamos à Vila de Sena à noite por volta das 23h. Os pastores locais nos aguardavam na estação férrea. Quando chegamos à Pousada Luterana todos os alunos (cerca de 55 no total) estavam acordados nos aguardando.
 
 Nos recepcionaram com cantos, e, após uma oração de ação de graças por termos chegado bem ao nosso destino e cumprimentarmos pessoalmente um por um, fomos para um descanso merecido. – Quando voltamos a Beira na semana seguinte, conseguimos vaga na segunda classe, vagão leito, o que tornou a viagem um pouco mais confortável.

 Fomos hospedados na Pousada Luterana, - um antigo acampamento de safári de caça à beira do Rio Zambeze. Relatamos sobre a aquisição desta propriedade no Informativo de Janeiro 2016.
 
 Os hóspedes foram hospedados em cabanas individuais, com sanitário e chuveiro (há 5 cabanas na propriedade).
 
 Os pastores locais e alunos foram hospedados em quartos coletivos
 
  e dormiram em esteiras – como estão acostumados em suas casas
 A água é puxada diretamente do rio Zambeze
 para um grande reservatório. Não era potável, mas servia para banho.
 
 A eletricidade era providenciada por um gerador e também por painéis solares. O eletricista Domingos estava de plantão permanente para controlar a energia. Havia conexão de internet (fraca) no local.
 
 Duas senhoras foram contratadas para preparar as refeições e fizeram um excelente trabalho. 
 
 Quarta-feira de manhã, 01 de junho, tivemos uma reunião com os oito pastores, os 30 alunos da segunda turma de teologia, e os 25 candidatos de uma turma especial de fala Chisena.
 Todos receberam orientações com respeito ao plano de curso;
 
 receberam um exemplar do Catecismo Menor de Lutero em Chisena, publicado pela Concórdia Editora (3,000 exemplares foram impressos) e patrocinado pela Lutheran Heritage Fundation – LHF, dos EUA.

 Receberam também 18 conjuntos de 40 histórias bíblicas cada, com gravuras grandes,
 
 patrocinadas pela Sra. Ignez Srelow de Carvalho, com apoio de muitos colaboradores (Projeto Nana África - Facebook).
 
 As Orações de Lutero para a manhã e à noite, juntamente com o Credo Apostólico e o Pai Nosso, em Chisena, (laminados) foram distribuídos para que cada família da igreja receba um exemplar.
 
  O Sumário da Doutrina Cristã foi entregue como livro-texto para o curso deste ano, ministrado pelo Pastor Carlos e pelo Pastor Rony.
 
 A Congregação St. Thomas, de Cape Town, enviou várias toalhas e roupa de cama para uso dos hóspedes (professores, pastores e alunos) na Pousada Luterana.
 As aulas do Programa de Educação Teológica começaram à tarde e se estenderam até a quarta-feira da semana seguinte.
 
 20 candidatos iniciaram o curso no ano passado. Este ano tivemos um total de 30 alunos. Os que ingressaram este ano terão que recuperar o Módulo I. Este curso é patrocinado pelo Seminário Concórdia (material da ETE e livros); pela IELB (viagens dos alunos e alimentação); pela LCMS (viagem dos professores); e, devido ao aumento do número de alunos este ano, um projeto especial foi enviado à LCMS e aprovado.
 
 Enquanto Pastor Carlos ministrava as primeiras aulas, Pastor Rony teve reuniões administrativas com os pastores locais. Além de orientações contábeis e de administração, uma proposta de Constituição (Estatuto) foi apresentada e discutida com eles.
 
 Enquanto Pastor Carlos ministrava as primeiras aulas, Pastor Rony teve reuniões administrativas com os pastores locais. Além de orientações contábeis e de administração, uma proposta de Constituição (Estatuto) foi apresentada e discutida com eles.
24ª - A ILCM está em processo de registro junto ao governo. Uma Convenção/Assembleia Geral foi convocada para o dia 02 de julho para aprovar o Estatuto e eleger uma nova Diretoria de acordo com o Estatuto. (N.B.: A Convenção aconteceu, sob orientação dos Pastores André Plamer e Paulo Brum, que estão em Moçambique dos dias 01 a 15 de julho. Relato específico sobre esta visita, a Convenção e os cursos ministrados serão alvo de outro BLOG). - À noite tivemos reunião com os pastores locais, em que foram apresentados planos e projetos. A ILCM está lembrando 10 anos desde que o primeiro culto foi celebrado em Kapasseni pelo pastor Alfazema, fundador da missão. 
 Uma nova turma de fala Chisena está sendo organizada. Com o grande número de novas congregações, muitos dos líderes não entendem português, mas apenas a linguagem local. O plano é que estes candidatos sejam preparados por alguns dos pastores ordenados e sejam formados diáconos para ajudarem os pastores nos cultos, visitas e instrução (menos os sacramentos). Estes planos serão finalizados em julho. Talvez a turma Chisena comece com suas aulas já em agosto. Não há orçamento aprovado ainda para este Curso, e, segundo estimativas, esta turma pode chegar a ter até 40 candidatos representantes de todas as igrejas que formam a ILCM. Estamos à busca de recursos para transporte dos alunos e dos monitores, e para alimentação.
 Quinta-feira: Pastor Carlos continuou com as aulas,
 
 e a partir de sexta-feira o Pastor Rony assumiu a turma.
 
 Um novo Memorando de Entendimento (MOU) entre os parceiros apoiadores da ILCM foi assinado pelo Presidente da ILCM, pelo vice-presidente da IELB, pelo Diretor de Área da LCMS, e pelo Coordenar do Programa de Teologia. Os outros parceiros: O Diretor da MLC (Alemanha) já havia assinado, faltando ainda assinar o Presidente da IELB, o Bispo da FELSISA, o representante da MLC para a África, e o pastor da Redeemer LC, Canadá.
 
 A partir de sexta-feira, os pastores nos levaram a visitar 14 igrejas: algumas de tijolos, algumas de bambu e palha, algumas se reúnem em baixo de uma árvore. Devido às aulas, Pastor Rony só pode acompanhar as visitas no final de semana. Várias congregações de uma mesma paróquia se reuniram na igreja sede, pois seria impossível visitar todas as 31 igrejas num curto espaço de tempo. Pastor Júlio, Secretário da ILCM, nos forneceu um relatório com os detalhes das visitas:
  03/06 –
Visita à igreja São Marcos, Kapasseni, onde se reuniram 400 membros desta igreja e de M’Bueza (São Filemão), Mosse (São Obadias), Galão (São Filipe) e Khanako (São Moisés). Pastor: Rui Jalene Souza.
 Visita à igreja São Josué, Zambeze, onde se reuniram 55 membros desta igreja e de Moniqueira. Pastor: Júlio Mineses Nhapigode
 Visita à igreja São Lucas, Murrema, onde se reuniram 315 membros desta igreja e de Sabonete. Pastor: Ernesto Domingos Raposo.
 Visita à igreja São Mateus, M’Pango, onde se reuniram 362 membros desta igreja e de Tchecha (São Amós). Pastor: Paulo Ernesto Mineses.
  04/06 –
Visita à igreja São João, Cado 1 – Nhamichindo, onde se reuniram 60 pessoas. Pastor: Mateus Domingos Sifa.
 Visita à igreja São Calebe, Cado 2 – Nhachiwa, onde se reuniram 100 pessoas. Pastor: Mateus Domingos Sifa.
 Visita à igreja São Pedro, Chemba, onde se reuniram 195 pessoas desta igreja e de Suero (São Oséias). Pastor: João Luis Nota.
 Visita à igreja São Timóteo, 3 de Fevereiro, onde se reuniram 172 pessoas. Pastor Júlio Albano Castomo.
 05/06 –
Culto na Igreja São Paulo em Vila de Sena, com pregação dirigida pelo pastor Rony, onde estiveram presentes 381 pessoas, 
 com 135 participantes na Santa Ceia,
 e batismo de 59 pessoas, adultos e crianças. Pastor: Manuel Jone Jambo.
 Visita à igreja São Zaqueu, em Chola, na vila junto à Pousada Luterana, onde estiveram presentes 45 pessoas. Pastor: João Luis Nota.
 06/06 –
Visita à igreja São Tiago, Mutarara-sede, onde estiveram presentes 215 membros desta igreja e das seguintes localidades de Mutarara: Vila Nova (São Jó), Traquino (São Simeão), Nhamizula (São Zacarias) e Lenzwa (São Ageu). Pastor: Manuel Jone Jambo.
 Visita à igreja São Elias, Chinsomba, com a presença de 72 pessoas. Pastor: Ernesto Domingos Raposo.
 
 Visita à igreja São Eliseu, Muanda, com a presença de 69 pessoas. Pastor: Ernesto Domingos Raposo.
 
 Estas igrejas visitadas na segunda feira, dia 06 de junho, ficam do outro lado do Rio Zambeze, em outra Província.
 Atravessamos a ponte de pedestres de 3 km (a maior ponte de pedestres da África, junto à ponte do trem) e visitamos as congregações na carona de moto dos pastores locais.
 07/06 –
Visita à igreja São Jeremias, Marromeu – Amambo (cerca de 100 km de Sena), onde estiveram presentes 131 membros desta igreja e da igreja São Abraão, Marromeu – Maviga. 
 Destaca-se que 21 membros desta última igreja caminharam 14 horas no dia anterior (das 3:00 da madrugada às 5:00 da tarde) para estarem presentes nesta visita. Pastor Manuel Jone Jambo.
 Rev. Shauen escreveu no seu relatório: “As congregações foram visitadas visando dar força e encorajamento a todos, apresentar os visitantes e todos os pastores da ILCM, dar instrução, e transmitir mensagens do Evangelho aos membros e visitantes que compareceram. 
 
 Todos os presentes tiveram a oportunidade de ouvir uma mensagem clara focada no Evangelho, apresentada pelo Rev. Carlos Walter Winterle (FELSISA/IELB) e/ou pelo Rev. Shauen Trump (LCMS), acrescida de breves mensagens e saudações trazidas pelos pastores locais.

 Todas as congregações entregaram doações aos visitantes....
 
 Durante as 14 visitas, recebemos 18 galinhas, dois cabritos, e 10 pombas” (que foram usados para alimentação dos alunos, dos pastores e dos visitantes durante o curso).
 
 No último dia em Sena, quarta-feira, visitamos o Projeto Social Kuwangisana, fundado pelo Pr. Alfazema e por sua esposa Perpétua.
 Visitamos também o novo Chefe do Posto (autoridade máxima na Vila de Sena), Sra. Noemia, que nos recebeu muito bem e prometeu todo o seu apoio à igreja.
 
 O ex-chefe, Sr. Adamo, que sempre nos apoiou muito, havia sido transferido para uma outra vila. – Visitamos também o gerente da Caixa Financeira de Sena, única agência bancária de Sena, para falarmos sobre os projetos e planos da ILCM.
 
 Quarta-feira à noite pegamos o trem de volta a Beira, e de lá todo embarcamos na sexta-feira de volta aos nossos lares, com o coração cheio de gratidão a Deus, e alegres e revigorados pelo que vimos e ouvimos. “Grandes coisas tem feito o Senhor por nós, por isto estamos alegres” (Salmos 126.3). A ELE toda a honra e glória!
 Créditos: As fotos usadas neste Blog foram tiradas pelos pastores Shauen,  Rony, Carlos e Mateus, e pela srta. Carlotta, e estão sendo usadas com a devida autorização. Além do meu texto, uso parte do Relatório que o Pastor Rony prestou à Diretoria Nacional da IELB; tetos escritos pelo Rev. Shauen, e o relatório das visitas fornecido pelo secretário da ILCM, Pastor Júlio. Obrigado a todos pela colaboração.
Leia na próxima postagem (em preparação) algumas histórias missionárias registradas pelo Rev. Shauen. Enquanto íamos de carro visitar as igrejas, ou sentados à noitinha com os pastores, e mesmo na longa viagem de trem, perguntamos aos pastores sobre o início do trabalho em alguns lugares. À medida em que eles iam contando os casos, Pr. Carlos ia traduzindo e o Rev. Shauen ia anotando no seu tablet. Foi emocionante ouvir com que paixão e ardor missionário os pastores narravam os relatos; e como Deus tem às vezes maneiras estranhas e únicas para atingir o povo com a mensagem da salvação do Evangelho de Jesus Cristo. Quando o Espírito Santo age, as portas se abrem, “porque Deus tem muito povo nesse país” (Atos 18.10).

Um comentário:

Ap. Roberto Torrecilhas Geração Graça e Paz disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS .

PASTOR , TEMOS FEITO UM TRABALHO EM MOÇAMBIQUE , E PRECISO DO CONTATO DA SOCIEDADE BIBLICA DE MOÇAMBIQUE .

SEGUE MEU WHATSS APP 005519 9 82927812 AP. ROBERTO TORRECILHAS